Lentes

Lentes são os equipamentos responsáveis pela interpretação ótica da luz incidente ou que é refletida pela realidade física que conhecemos e transmissão destes dados ao sensor. Ãh? Tá bom, sem filosofar muito elas são os olhos, as pupilas da câmera. São elas as grandes responsáveis por conseguirmos retratar da forma mais fiel possível o que existe, ou da forma mais distorcida possível.

Basicamente existem 3 tipos de lentes:

As grande angulares (wild angle lens) – que possuem um grande ângulo de visão. Você consegue capturar uma cena muito grande ao preço de distorcer oticamente a imagem. Que tenho conhecimento a lente com maior angulação é a de 4,5mm e vão até as lentes de 24mm. As de 15mm ou abaixo são consideradas “fish eyes” (olho de peixe), por tornarem as imagens muito arredondadas.

As teles e super teles – são geralmente compridas e reduzem muito o campo de visão por se tratarem de lentes de aumento da imagem e diminuição da distância entre o fotógrafo e o objeto. A maior tele, atualmente, que se possa carregar e usar, mesmo sendo obrigatório o uso de um enorme tripé, é a de 1.200mm da Canon, embora haja uma de 5.200mm, porém, não é manuseável como as outras.

As lentes zoom – estas abrangem vários ângulos de visão, porém, também limitados às possibilidades físicas da lente. A zoom com maior angulação que tenho conhecimento é a 8-15mm, que vai de 8mm a 15mm. A com menor angulação me parece ser a 150-500mm da Sigma, mas não tenho certeza. Entre estas duas citadas existem todo tipo de zoom, ideais para cobrir várias situações como a 17-40mm, 24-70mm, 18-105mm, 70-200mm, 100-400mm, etc. Cada uma delas proporciona uma adequação melhor de acordo com a situação.

As câmeras profissionais ou semi (DSLR) possuem as lentes intercambiáveis justamente para que o fotógrafo possa escolher melhor seu set de equipamentos para utilização de acordo com o que bem entender. Existem três lugares que se deve ter muito cuidado ao manusear uma lente que é o elemento frontal, o elemento traseiro e todo o resto, ora! Brincadeiras à parte, para proteção do elemento frontal aconselha-se o uso do filtro UV, porém, algumas lentes não aceitarão muito bem essa idéia, principalmente as grande angulares, pois a curvatura de seu elemento frontal acaba não permitindo o uso de filtros. Para proteção do elemento traseiro o melhor é sempre deixa-lo com a tampa traseira bem colocada e ao retirar para trocar uma lente na câmera, fazê-lo o mais rapido possível para não permitir a entrada de poeira ou umidade. O corpo da lente, ela toda, deve ser acomodada em local apropriado para evitar impactos bruscos como queda. E quando não estiverem sendo utilizadas que sejam acomodadas em locais apropriados também, como caixas onde você possa controlar a umidade, pois os maiores inimigos das lentes são os fungos causados pela umidade.

Por enquanto é só e até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s