Mamãe quero ser fotógrafo(a)!!!

Então você se decide: Quero ser fotógrafo! Mas e aí? Por onde começar?

A princípio todo trabalho requer o uso de algumas ferramentas, mesmo quando você é a ferramenta principal. Na fotografia não é diferente, aliás, faz juz a este exemplo, pois são muitos os equipamentos que podem ser utilizados na fotografia… muitos mesmo!

Mas antes de entrarmos na questão óbvia que é a aquisição de um equipamento básico para iniciar seus estudos na fotografia há uma pequena dúvida que gostaria de abordar agora. Compro o equipamento primeiro para fazer um curso de fotografia ou faço um curso de fotografia primeiro e compro o equipamento depois?

É uma dúvida pertinente pois a resposta não é tão obvia assim e este pode ser seu primeiro passo bem dado na fotografia. Vamos aos pontos relevantes.

Se você compra o equipamento primeiro e vai fazer o curso depois, corre o risco de você perceber que comprou um equipamento errado, que não era necessário ou que não lhe servirá para o que você gostaria de fazer na fotografia. Por outro lado, fazer um curso de fotografia sem o equipamento básico (no mínimo uma câmera) é a mesma coisa que aprender a dirigir na teoria, ou seja, você pode até saber sobre como fotografar, porém, não haverá a prática, o feedback, não verá o resultado. E em termos de fotografia eu afirmo… é a prática o melhor método. Mas isso não nos dá a possibilidade de não precisarmos de um bom curso e a prática sem direcionamento pode se tornar um grande desperdício.

Então, o que fazer?

Partindo do princípio que você não possui nenhum membro da família ou amigo fotógrafo e não sabe absolutamente nada de fotografia, particularmente me baseio em duas situações para indicar o que fazer neste caso. A primeira é quando você tem grana… e a segunda é quando você não tem! Sim. Equipamentos fotográficos são caríssimos e geralmente os primeiros são financiados ou adquiridos em algum tipo de negócio não comum, onde você adquiriu o dinheiro com a venda de um carro ou moto, recebeu algum valor significativo de alguma forma, mas que isso não é rotina em sua vida. Portanto, começar errando pode significar um atraso enorme para muitos iniciantes que não tem a oportunidade de simplesmente trocarem seus equipamentos e podem levar um tempo enorme também para conseguir os equipamentos certos.

Se o seu caso for o segundo (sem grana) comece procurando por informações na internet, como blogs, forums e sites de venda de equipamentos fotográficos. Converse com fotógrafos da sua cidade e pergunte o que eles utilizam. Questione quem trabalha ou sabe de fotografia qual seria um equipamento adequado para você iniciar a prática fotográfica. E caso não tenha chegado a uma conclusão definitiva, comece o curso de fotografia mesmo sem equipamento nenhum, pois o(a) professor(a) será um grande aliado neste caso e certamente lhe indicará algo adequado à sua situação, seja ela qual for.

Mas se você chegou a uma conclusão em suas pesquisas, adquirir o equipamento antes de começar o curso pode lhe render quase que o curso inteiro de uma forma muito melhor, pois você já terá tido a oportunidade de ler todo o manual da sua câmera, flash (ou qualquer outro equipamento que tenha adquirido), certamente já terá brincado muito com ele e ao dar início a um curso seu aproveitamento poderá ser incrivelmente superior economizando este tempo de procura, aquisição e familiarização com o equipamento, pois mesmo sem produzir algo bom certamente iniciará seu curso com várias dúvidas e buscando pelas respostas certas.

Mas não se preocupe, pois haverá muito tempo após o curso para você praticar… mais precisamente o resto de sua vida! E o fato de você ter ou não o equipamento antes de dar início a um curso de fotografia não define seu rendimento, mas sim sua determinação, sua seriedade, seu desejo pela fotografia.

Um erro frequentemente cometido pelos iniciantes é achar que por ter adquirido o equipamento e ter feito algumas fotos onde percebeu a qualidade como sendo boa, muito diferente daquelas outras câmeras, se acha muito confiante e capaz ao ponto de não mais precisar do curso. Erro comum e perigoso! Estou dizendo aqui apenas um momento da história toda. Adquirir antes ou depois o equipamento, fazer o curso antes ou depois. Mas deve-se fazer o curso sim, pois não é só sobre configurações, ajustes e teorias que estamos falando. Estamos falando também sobre contato, interação, participação, prática, experiências, etc, tudo que não aparece frequentemente em manuais ou tutoriais. E não será só um curso não! Verá com o passar do tempo que vai precisar de mais cursos, conhecer mais pessoas, saber de novas técnicas, aprender novos métodos, etc. É aprendizado… e este nunca deve parar.

Não sabendo o que fazer, busque sempre informações primeiro para depois fazer algo. Principalmente quando a grana é curta e você não pode se dar ao luxo de errar em coisas tão caras.

Até a próxima!

Curta e Compartilhe se você acredita que mais pessoas podem possam precisar dessas informações. 🙂

Anúncios

48 comentários sobre “Mamãe quero ser fotógrafo(a)!!!

  1. Oi eu me chamo Ana
    Antes de tudo queria agradecer pelas inúmeras informações ajudaram e muito !Então eu tenho 16 anos e começei o curso no senac de fotografia eu meio que ja trabalho com a área eu faço fotos pra um buffet mas como freenlancer nada profissional eu queria saber se na minha idade eu consigo entrar em algum estudio, ou local que trabalhe com fotografia seja em eventos ,foto em estúdio…?

    • Oi Ana Caroline!

      Olha, a contratação ou parceria nesse meio é bem maleável e claro que pode conseguir sim trabalhar num estúdio, ou escritório de algum fotógrafo.

      Só toma cuidado com alguns detalhes por você ter apenas 16 anos, como por exemplo, o fato de ter que viajar pra cobrir um evento com o(a) fotógrafo(a) e esse povo abusado que vive queimando nosso filme né.

      Saiba escolher bem as pessoas com as quais vai se relacionar na fotografia e pode dar tudo certo!

      Um abraço! 😀

  2. Oi me chamo kalilia

    Eu amo fotografía percebi faz um ano, eu fico sempre tirando foto as vezes fico me posicionando como os fotografos ficam quando tiram foto mas tenhos a duvidas e querer fazer faculdade de fotografia e ñ ser como eu pensei que foce e acabar desistido eu quero fazer psicología tambem mas na minha fase ñ sei o que quero como profissao, bom penso nas coisas que mas gosto conversa e fotografa so isso oque eu sei

    • Olá Kalilia!

      É, essa dúvida é cruel. Mas tente conhecer as profissões primeiro antes de decidir por um curso superior. São muitos anos e, como você mesma disse, caso se arrependa terá que desistir.

      Realmente, a profissão fotografia não tem muito a ver com fazer coisas fáceis e fotografar o que quiser não. É muito puxado, exige muita dedicação, conhecimento de mercado, etc. Trabalhar com fotografia é bem diferente de ter a fotografia como hobby, onde você só faz o que gosta e quando quer, atendendo somente às suas demandas.

      Pense bem, pois pode fazer o curso de psicologia e apenas fazer um curso de fotografia sem ser de graduação né. E saberá fotografar bem melhor depois de um curso prático.

      Boa sorte ae! 😉

  3. Olá! Primeiramente, eu sou Aline, e tenho 16 anos. Eu li todo o artigo e alguns comentários também, nossa, como gostei dos seus conselhos!
    Faz algum tempo que comecei a me interessar pela profissão de ser fotógrafa, e depois de ler cada resposta sua nos comentários anteriores percebi que de algum modo, como não tenho dinheiro no momento para comprar uma câmera e explorar a arte de fotografar (no caso, com uma máquina fotográfica), e que também, de algum modo conheci pessoas “importantes” que conhecem bons fotógrafos em que posso pedir conselhos (aliás,no meu aniversário de 15 anos ouvi um deles comentar que eu tinha jeito para ser modelo) eu já pensei nisso, mas o foco mesmo é ser fotógrafa e também trabalhar com outra coisa incluindo a fotografia, como falarei mais abaixo.
    Não sei se é do seu interesse, mas no meu próximo aniversário, pedi de presente uma câmera fotográfica (básica mesmo, somente para explorar mais isso tudo), estou tentando ir com calma, e depois de ler alguns dos seus conselhos com algumas pessoas, pelo que me parece, estou no caminho certo. Eu desejava fazer faculdade de fotografia, mas ao mesmo tempo eu queria fazer algo que poderia incluir a fotografia nisso, principalmente depois de ouvir um conselho de um amigo, dizendo que eu poderia simplesmente fazer um curso, e depois investir no que eu gosto. Não tenho exatamente dúvidas que eu me lembre no momento, mas gostaria que você soubesse que não só o texto como suas respostas a alguns comentários me ajudaram a perceber que não fiz tantas escolhas erradas assim em relação ao que eu quero trabalhar.
    Obrigado! Aguardo sua resposta. 🙆

    • Olá Aline Andrade! Nossa, que feedback bacana esse seu viu! Vamos conversar mais então… rsrsrsrsr

      Eu tento não colocar o que eu digo aqui como “conselho”, mas como possibilidades lógicas e relatos de minhas experiências enquanto fotógrafo, pois tudo pode acontecer né, com qualquer um, em qualquer lugar, com qualquer coisa.

      Você pode comprar uma câmera básica, baratinha, ou pode comprar uma TOP de linha com todos os acessórios possíveis e imagináveis. Pode fazer curso de fotografia, faculdade de fotografia ou pode aprender por conta própria. Mas nada disso é definitivamente determinante quando falamos em mercado, profissão. Com tudo ou com nada você pode dar certo ou não na profissão de fotógrafa. Não há um único fator determinante, são vários, vários mesmo! É uma sequência de coisas que podem acontecer à seu favor ou não. Por isso é complicado dizer “vai por ali”, ou “vem por aqui”, pois pode dar tudo errado.

      Eu mesmo tenho passado por isso. Minha mãe teve um problema de saúde grave, um câncer no intestino. Há mais ou menos um ano estou sem trabalhar com fotografia, sem cabeça até pra cuidar aqui do blog. E muita, mas muuuuita coisa preparada pra colocar aqui e não consigo. O que eu posso fazer? Essas coisas acontecem. Não há como prever certas coisas na vida da gente. Fiz tudo certo, preparei tudo direitinho e até agora não tá dando certo.

      Por isso, ao contrário de muita gente por aí, ao invés de ficar exitando as pessoas, incentivando a tomada precipitada de decisões (por vezes comprometedoras financeiramente) das pessoas eu prefiro alertar, dizer pra ir com calma, pra aprender, estudar e se aproximar com maior cuidado, com mais atenção na fotografia.

      Uma câmera, mesmo que básica, com um flash (necessário), um par de cartões de memória e jogos de pilhas e baterias sobressalentes, tudo novo, não fica por menos de R$4.000,00. Pensa se fosse comigo, se eu tivesse gastado esse dinheiro sem poder, sem ter a certeza de que eu recuperaria ele com meu trabalho e minha mãe precisando de fazer vários exames e cirurgias. Seria um momento muito mais difícil pra gente aqui se eu precisasse dessa grana. Então, não acho legal sair dizendo pro pessoa comprar, fazer e acontecer antes de saber se dá conta ou não do recado.

      E é uma tremenda ilusão acreditar que não consegue por causa da câmera ou de uma lente específica. Se não consegue é porque não tá preparado ainda e pode comprar tudo do bom e do melhor que não vai adiantar muita coisa.

      Forme-se enquanto pessoa. Estude muito, de tudo. Leia, assista, participe de tudo que gosta e abra sua mente pra tentar entender e saber também sobre o que não gosta. Expanda seu horizonte. Isso lhe trará uma bagagem que poderá ser utilizada em qualquer área da sua vida. Seja na fotografia, na vida pessoal, nos seus grupos, em tudo.

      Na fotografia mesmo, ao começar a conhecer como funcionam as pessoas, o mercado, a profissão, você verá que nem tudo são flores e alguns espinhos são extremamente dolorosos. Há gente boa e gente má. Ajudas e companheirismos estarão lado a lado com trapaças e mesquinharia. Precisa se tornar uma pessoa esperta. Precisa, primeiro, ser gente de verdade. Assim você terá o que colocar pra fora na sua fotografia, pois de pessoas vazias que só reproduzem comportamentos o mundo tá cheio e se manter no mercado da fotografia não tá fácil… aliás, em profissão nenhuma né rsrsrsrsr.

      Um abraço pra você e entre em contato quantas vezes quiser e precisar. Ultimamente tenho demorado pra responder por conta da bagunça que virou minha vida, mas qualquer coisa, tô por aqui. 😉

      • Obrigado pela resposta, e por me alertar em algumas coisas também hahah. E sobre o acontecido com sua mãe há um ano: eu também já tive câncer e descobri há mais ou menos 1 ano atrás, mas já encerrei o tratamento, o médico disse que estou ótima (se isso serve como força).

        Muuuuito obrigado mesmo pela resposta. Você sabe que não é fácil cair de cara nos estudos nessa minha idade, mas é o necessário à se fazer, e vou fazer isso. Também quero experimentar outras coisas, aprender novas coisas, para ter realmente a certeza de que desejo viver da fotografia.

        Abraço para você, espero que tudo se conserte por aí. 😊

  4. Olá chamo-me Lúcia
    Não tive paciência para ler aquilo tudo…
    A minha questão é esta, eu gostaria de ser fotografa, e para o ano já está na hora de escolher a área que seguir, e eu não sei para que escola ir ou para que curso, só de fotografia ou de cinematografia?
    Tenho medo em escolher o curso ou a escola errada o final não seja como eu quero…
    Como ei de fazer?

    • Olá Lúcia!

      Bom, vou ser bem direto e sincero, então, já peço desculpas rsrsrssrsrs. Massss… se você não teve paciência nem pra ler esse texto (não que ele seja tão bom assim), então, realmente não sei nem como posso te ajudar, pois pra aprender fotografia é preciso muita, mas muita paciência. Leva tempo! Muito tempo, diga-se de passagem!

      Então, só te desejo sorte, pois estas respostas que deseja saber, elas deveriam ser respondidas com o tempo, à medida em que você fosse adentrando ao mundo da fotografia. Não é você que escolhe a área ou o que vai fazer com a fotografia em 100% dos casos… é a fotografia e a área que te escolhe. Pense nisso!

      Apenas comece a clicar e logo logo vai começar a sentir necessidades. Daí vai chegar a hora de fazer escolhas.

      Um abraço e… vai com… calma… rsrsrsrs

  5. Bom, me chamo Matheus tenho 19 anos e estou muito interessado no ramo da fotografia. Me interessei bastante vendo seu blog, gostei muito das suas ideias e experiencias relatadas, enfim, gostaria de uma apoio, por onde começo? qual câmera compro? conheçe algum curso por Salvador-Bahia. Obrigado irmão!

    • Olá Matheus! Bom dia!

      Bom, este é sempre um assunto delicado né Matheus… pois não dá pra saber se algo pode ou não dar certo até resolver tentar… porém, tentar alguma coisa na fotografia implica em gastos… e bota gastos nisso!

      Primeiro de tudo, na minha opinião, você deve definir direitinho seus objetivos. Quer realmente ser fotógrafo profissional, digo, trabalhar com fotografia? O caminho é um. Quer apenas aprender a fotografar, fazer lindas fotos e ter a fotografia como hobby? O caminho é outro.

      Quais as consequências dessa escolha? Bom, toda escolha implica em perda. Se eu disser: Qual você quer… a laranja ou a maçã? E você escolher a laranja, você perdeu a maçã. Então, tem que estar em paz consigo mesmo pra saber se realmente o que vai escolher é o que vai te preencher, te realizar.

      Trabalhar com fotografia é beeemmm diferente de ser um apaixonado por fotografia que faz fotos maravilhosas, por vezes até melhores que os profissionais. Uma coias é fazer uma foto maravilhosa, outra é vender uma foto pra conseguir pagar suas contas. São duas coisas completamente diferentes, mas que podem (e deveriam) andar juntas, porém, sabemos que não tem como funcionar assim.

      Você ainda é muito novo e tem tempo pra experimentar as coisas. Portanto, sugiro que faça isso. Experimente primeiro. Comece com uma câmera simples, uma DSLR de entrada (como dizemos), para conhecer a fotografia. Estude, pratique, senta o dedo nessa câmera aí e com o tempo e as informações que for adquirindo você vai criando uma estrutura firme para que possa fazer suas escolhas.

      Faça um curso de fotografia sim. De preferência presencial! Mas se tiver tempo, se quiser ir com calma e não gastar também, vá de YouTube, blogs como este, fóruns, etc. Leva muito mais tempo, mas você consegue aprender sim com um pouco de disciplina e dedicação.

      Não conheço cursos de fotografia em Salvador, BA… mas dê uma olhada por aí no google, converse com pessoas da sua cidade, fotógrafos, eles certamente te indicarão algum.

      No mais, seria imprudente da minha parte te dizer o que você deve fazer. Não te conheço, não sei da sua história, da sua situação, da sua vida. Só você poderá responder essas questões.

      Mas precisando do apoio, tamos aqui parceiro! 😀

      Abraço!

  6. Olá, tenho 16 anos e amo fotografia.
    Porém, não tenho condições de comprar uma câmera e não tenho nenhum conhecimento sobre.
    Devido a isso, não sei se devo meter o pé e seguir em frente(o que eu quero muito), que aí ao longo do caminho eu vou aprendendo tudo, ou se eu desisto.
    Eu conversei com algumas pessoas a respeito disso, porém a maioria delas disseram para eu desistir, pois além de não saber nada, nem como manusear uma câmera, não vai valer apena. :/

    • Olá Yuu… bom dia!

      Bom, assim como o Jack Estripador diria… vamos por partes rsrsrsrs.

      Primeiro de tudo, calma! Muita calma nessa hora!

      Você gostar de fotografia já é ótimo! Veja que isso é a primeira coisa que deve acontecer mesmo. Você se interessar por alguma coisa. Mas você está muito novo e talvez um pouco ansioso pelos resultados. Te digo uma coisa: os resultados na fotografia só vem com o tempo… e bota tempo nisso! Então, não adianta correr agora e passar o carro na frente dos bois, isso pode até te prejudicar mais ainda ao invés de ajudar.

      Veja, você não tem câmera, nem sabe usar uma, mas gosta de fotografia. Pois bem, na fotografia, assim como em várias outras atividades, existem duas maneiras de se aprender sobre ela e as duas devem estar juntas quando se trata de um ideal, ou seja, o ideal é que você tenha uma câmera, óbvio. Porém, se não tem agora isso não o impede de começar a aprender sobre, inclusive sobre os equipamentos, pois quando for adquirir o seu já vai estar por dentro de muita coisa.

      Certamente você tem um celular, acredito eu, que tenha câmera. Se tiver, então já tem câmera. Mesmo que bem limitada em termos de controles já te permite estudar muitas coisas na fotografia e fazer muitas fotos bacanas com ela.

      Desistir antes de tentar eu acho muito triste, porém, isso não significa que deva cometer erros e sair por aí gastando R$3.000,00 num equipamento pra não dar em nada depois. Então, vai com calma e se prepare primeiro.

      Depois você tem que ver o que você quer com a fotografia e no seu caso acredito que se tornar um profissional logo de cara seria tenso, não impossível, mas bem tenso. Você deve, então, entrar na fotografia sem maiores pretensões, por hobby mesmo. E se a coisa vingar, ótimo! Daí já saberá o que fazer para dar continuidade. Mas caso a coisa dê errado (e é uma possibilidade sim, não vou mentir) você não se arrependerá, pois não terá feito nenhuma besteira e terá habilidade para fazer fotos lindas pra você mesmo, sem envolver a parte profissional que é completamente diferente de saber fotografar.

      Por enquanto, meu conselho é de continuar estudando, vendo vídeos, blogs, sites, tudo sobre equipamentos e coisas gerais relacionadas à fotografia. Uma hora você se anima pra começar a experimentar as coisas e vai tudo ser muito automático depois disso.

      Qualquer coisa, tô por aqui. Um abração e fica na paz 😉

  7. Olá Bom dia…
    Estou querendo fazer um curso de fotografia pois quero ser fotógrafo de casais, gestantes, newborn vc acha que o mercado está bom pra mim investir no ramo?

    • Olá Edson!

      Que bom que quer trabalhar com fotografia! Fico feliz… porém, não somos uma consultoria de negócios e seria muito imprudente de nossa parte opinar sobre isso, então, sugiro que faça pesquisas na sua cidade, converse com profissionais da área pra saber como eles trabalham. Procure por algum órgão também que possa te ajudar na parte dos negócios. Fique inteirado das notícias sobre o ramo da fotografia na sua cidade e fique muito atento ao mercado.

      Porém, esta é uma avaliação que só você pode fazer. É muito relativo e tem muita coisa em jogo aí. Mercado, marketing, experiência, qualidade, contatos, investimento, etc, etc, etc.

      Mas te desejo sorte e bons resultados!

      Obrigado pela visita! 😀

  8. Olá eu tenho 16 anos estou no ensino medio e gosto de fofografar dês dos 10 anos queria fazer um curso aqui em ponta grossa queria saber o local ideal? o preço? e se já pressica ter equipamentos? como posso fazer a inscrição para o curso? a única coisa que me identifiquei foi fotógrafa
    Obrigada !

    • Olá Adriane!

      Bem, você deve procurar por cursos de fotografia na sua cidade (Ponta Grossa). Este site é de abrangência nacional, porém, como resido em Goiânia, Goiás, sei mais de coisas que acontecem por aqui em se tratando de escolas. Mas faça uma busca por escolas e cursos de fotografia na sua cidade, visite todos primeiro, veja onde será mais fácil de ir e qual você mais se identificou. Então, é só escolher e fazer.

      Mas já te adianto que é bom sim se preparar pra comprar seu equipamento logo no começo do curso. Geralmente os professores auxiliam neste processo. Participe de fórums e se quiser saber algo específico pode perguntar pra gente também! 😀

      Boa sorte nos cursos e se der farei uma matéria sobre essa questão dos equipamentos e dos cursos. Obrigado pela sua participação. Um abraço!

  9. Vamos ver se pode me tirar uma dúvida… O melhor seria fazer um curso de fotografia basica e depois um de fotografia profissional ou fazer apenas o profissional? Estive pesquisando também e percebi que, além de ter vários lugares apresentando o curso em diversas “etapas”, tem também os oferecidos online e alguns presenciais. Alguma sugestão?

    Muito obrigada.

    • Olá Gabriela! Bom dia!

      Então, vou ser bem claro e direto quanto a isso e acho que vou passar a batata quente pra você novamente… rsrsrsrs.

      Eu montei um curso de fotografia um pouco diferente e este questionamento seu foi um dos meus motivos.

      Primeiramente é preciso identificar qual o seu interesse na fotografia. Dependendo do seu interesse eu posso oferecer uma solução, ou não. O que vejo nas escolas tradicionais de fotografia, nos cursos em geral, é o puro e simples mercado, ou seja, não interessa o que você precisa, desde que você se matricule e faça o curso, mesmo que ele não tenha nada a te oferecer ou ofereça algo diferente daquilo que quer. Não faço assim. Eu aviso como será o curso e se ele é ou não indicado pra quem o procura, correndo o risco (e acontecendo frequentemente) de desistências de alunos. Mas não tento vender um curso, mas uma solução para a pessoa e se não posso ajudar, indico outras soluções.

      Segundo, é preciso observar bem o programa de um curso e seu ministrante, mas não no que diz respeito ao conteúdo em si, embora isso seja importante, claro, mas em relação a relevância do conteúdo e se o ministrante lhe abrirá os olhos ou lhe colocará um bloqueio nos olhos como se você fosse um jumento adestrado. Procure por informações de ex alunos, observe resultados e escolha o que melhor lhe agradar.

      Terceiro, sobre cursos onlines minha posição não muda e sou totalmente contra. As informações estão aí na internet de graça, não tem segredo. O problema é que num curso online você não tem a troca de experiência, o contato e a atenção pessoal necessária para o seu desenvolvimento, sendo quase impossível identificar a dinâmica do aluno e traçar um plano didático pra que ele aproveite ao máximo o curso. Quem dá aulas de fotografia não pode ser apenas fotógrafo, tem que ser professor, pois saber repassar as informações é mais importante do que as informações em si. Se lembra de algum professor de química, matemática ou português que já teve? Algum deles ganhou algum prêmio nobel ou escreveu um livro ou é internacionalmente conhecido? Não importa, pois ensinar é uma coisa, saber e ser bem sucedido é outra. Um ótimo fotógrafo pode ser um péssimo professor, ao passo em que um fotógrafo medíocre pode, por incrível que pareça, ser um ótimo professor.

      Então, qual a diferença entre fazer um curso presencial e obter as informações gratuitamente na internet? O tempo! Sozinha, você levará, em média, de dois a três anos pra aprender o que aprenderia em um curso de 4 meses. Isso é muito relevante em termos de aprendizado e até em termos financeiros, pois quem deseja trabalhar com a fotografia, conseguiria reaver o investimento no curso muito mais rápido!

      Outra coisa que fiz no rearranjo do curso que montei, foi dividi-lo de forma diferente. Possuo um curso de fotografia, que não é básico nem avançado, é um curso de fotografia onde eu ensino tudo o que há pra ensinar, pois a fotografia não é básica, nem avançada, é uma só. Não entendo o porque desses cursos serem divididos em curso básico, avançado e profissional, ao passo que as informações são bem parecidas e deixa a impressão de que o único propósito é manter o aluno vinculado ao curso para ter seu investimento garantido. Depois de um curso meu a última coisa que eu quero ver é o aluno novamente rsrsrsrsrsr. Ensino de forma a fazer com que ele não mais precise de mim e busque sozinho caminhar na fotografia, pois o capacitarei pra isso.

      A outra parte é um curso profissional de fotografia. Ué, mas se você mesmo disse que não tem essa divisão na fotografia, porque tem um curso de fotografia e um profissional? Contraditório? Não, explico: Meu curso de fotografia profissional não tem absolutamente nada mais a ver com fotografia. O aluno já deve ter aprendido tudo o que ele deveria aprender sobre fotografia, e agora vai aprender sobre a parte profissional, sobre o negócio da fotografia. Não há uma aula sobre foto ou coisa parecida, pois pra ser um profissional na fotografia você precisa TRABALHAR com fotografia, sendo menos importante a qualidade da sua foto, desde que você venda seu trabalho e viva financeiramente da fotografia.

      Minha dica, então, baseada no que eu acredito e estou tentando fazer… infelizmente (financeiramente), pra mim, não é promover o meu curso como sendo a solução dos seus problemas, mas promover o diálogo honesto e abrir as possibilidades para as pessoas. Sugiro que observe vários cursos, leia sobre seus programas, conheça os ministrantes, veja trabalhos de ex alunos e, quando obtiver as informações necessárias, decida da melhor maneira pelo curso que melhor atender aos seus interesses.

      Não quero, com isso tudo que disse, dizer que o meu curso é melhor ou pior que outros, não. Mas estou lutando pra mudar algo em que acredito, algo que vejo que não está atendendo às expectativas das pessoas que procuram aprender fotografia e saem de cursos reclamando que não aprenderam fotografia quando se deparam com a realidade de como a coisa funciona.

      Procure pelos cursos de sua cidade e escolha com cautela. Mas o mais importante, que julgo extremamente importante, é você ter o desejo, a vontade e a determinação de aprender fotografia. De levar a coisa à sério e aproveitar cada informação que lhe for passada. Sua vontade de aprender será determinante nos eu aprendizado! 😀

      E no que precisar e eu puder ajudar, estarei por aqui. Vamos seguir nessa estrada da fotografia juntos! O caminho pode ser maravilhoso!!!

  10. Lá vai um texto de mesmo formato que você já tenha lido aqui, mais…
    Primeiro: oi, meu nome é Giovanna e tenho 16 anos, estou no segundo ano do ensino médio. Acho que a fotografia já apareceu em minha vida várias vezes más eu não tinha percebido, mais agora sim eu a encontrei e comecei a me interessar. Apesar de apoio de meus pais eu ainda tenho medo sobre seguir uma profissão. Fazer uma faculdade de fotografia? Sério (acho esquisito dizer que eu vou prestar um festibular para “fotografia”), mais é algo em que estou gostando. Este é um dos medos, um medo pequeno. O mais arriscado para mim é depois da faculdade.
    Alguns me pergunta: ” e aí, o que vai fazer da vida”, depois vem a resposta dizendo que quero fotografia e este medo maior da saída da faculdade. Só que daí eu recedo uma resposta simples de se dizer: ” Ué, você vai continuar tirando fotos”. OK, sim, é verdade mais vou precisar de um bom equipamento (talvez, penso que uma câmera e o meu olhar já basta) dinheiro.
    Eu queria ouvir de alguém como você que já segue está carreira, e me falar o que eu deveria fazer. é certo fazer uma faculdade ou não? E depois da faculdade, como fica?

    • Olá Giovanna!

      Nossa, este questionamento é maravilhoso! Tenso, mas muito bom! E muitos me perguntam isso sim. Bem, vou tentar expor minha opinião da forma mais clara possível, porém, não se esqueça de que é só minha opinião, baseada nas minhas experiências. Vamos lá!

      A questão do ensino e da profissão é uma das questões mais importantes da nossa vida, se não for a mais. E digo isso porque passamos mais tempo trabalhando do que fazendo outra coisa. Porém, há várias formas e caminhos para se entender e seguir as direções rumo aos nossos objetivos, que são muuuito variados, individuais, dinâmicos, uma verdadeira bagunça onde às vezes nossa cultura ao invés de ajudar, piora.

      Você tem apenas 16 anos, pra mim, pois pra você isso é tudo e deve ter um sentimento de que tudo está aí, pronto, te pressionando, à sua frente, milhares de coisas pra fazer, possibilidades infinitas e muito, mas muito medo de tomar as decisões erradas. Bom, gostaria eu de ter esse dom de prever o futuro e saber se minhas decisões também são as corretas até hoje, mas não tenho esse dom, aliás, ninguém tem. Existem estudos, estatísticas, experiências, porém, nada garante absolutamente nada. Então, o mais importante é você definir seus objetivos. Assim terá um norte, uma direção a qual vai passar a se interessar e aprender mais e mais a cada dia, o que estatísticamente falando, te proporciona maiores chances de obter algum tipo de sucesso.

      Independente do curso que venha a fazer na faculdade, da fotografia, de algum esporte… independente disso tudo você deve categorizar seus objetivos. Quais são os mais e os menos importantes. O mais e menos urgentes. Porque nós somos complexos e não viveremos fazendo apenas uma coisa na vida, então, está aí a oportunidade de experimentar vários temperos.

      Sabemos que um curso superior tem um significado importante na vida profissional, mas ele também não determina tudo. Tem médico que vira político, tem advogado que vira escritor, tem professor que vira dono de empresa… não dá pra prever como será seu futuro, mesmo assim é muito importante que você estipule metas e que siga algum caminho, pois é nele que você descobrirá um monte de outras possibilidades, ou não… e no caso de não descobrir mais possibilidades e isso te incomodar, pode mudar o rumo, mudar o caminho a seguir, mas só saberá se deve mudar ou não se estiver em algum, portanto, não existe uma escolha definitiva ou errada. Existem escolhas, ponto.

      Então, minha opinião a respeito do seu quesitonamento é: Relaxa 😀

      Faça o que tem que fazer. Tem que estudar? Estude! Gosta de viajar nas férias? Viage! Curte uma academia? Vai nessa! Gosta de macarronada nos finais de semana? Hummmm delícia! E animais? Tem algum? Se sim, ótimo! Se não, bom também! Então, faça o que precisa se feito primeiro, depois faça o que tem vontade de fazer, mas isso acontece o dia todo. No dia você tem suas obrigações e seu tempo livre e não interessa quanto tempo é, desde que você utilize ele com sabedoria.

      Em termos de mercado, sendo bem sincero, uma faculdade de fotografia não te abre muitas portas. Você tem um curso superior e pode conseguir alguns empregos com isso, não necessariamente na fotografia. Agora, pra ser fotógrafo mesmo, com carteira assinada como Fotógrafo, não há muitos espaços ainda. Um jornal, um grande veículo de comunicação, não sei mais onde poderia haver a necessidade de um Fotógrafo graduado, pois nós somos produtores de imagens, então, um fotógrafo formado pode ter negado um emprego em algum lugar porque eu faço fotos melhores que ele, logo, eu serei contratado, ele não, não interessando a patente (diploma). Mas pra vários cargos exige-se uma graduação. Daí vem a pergunta: Fotografia? Designer? Publicidade e Propaganda? Veterinária? Letras? Mecatrônica?

      Eu sou fotógrafo (também), mas sou formado em psicologia, já trabalhei em call center, fui vendedor em uma empresa de produtos agropecuários, já fui professor de violão (vez ou outra tô tocando num boteco por aí rsrsrsrsr), já fui professor de inglês da 1ª à 8ª série, e já trabalhei num navio de cruzeiros na Europa. Nada disso foi planejado e eu sinto um pouco de falta de planejamento na minha vida, porém, eu resolvi assumir os riscos e viver as possibilidades. Há consequências que podem ser drásticas na minha vida por conta disso, mas há realizações também, exatamente como acontece na vida de alguém que decidiu cursar contabilidade e começou a trabalhar em um banco e lá se aposentou. Não é isso, entende? O cara do banco pode ter tido mais experiências que eu! E aí a gente parte pra uma área meio obscura, meio sagrada, meio abstrata e chega na conclusão de que a questão não está “lá”, mas sim “aqui”.

      Existe uma frase linda que eu adoro: Não existe caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho!

      Ou seja: Você pode se planejar com perfeição, ou pode ser uma andarilha sem rumo… todos vão chegar no mesmo lugar no final das contas. Uns de um jeito, outros de outro, mas não se trata de onde vai chegar, mas de como vai percorrer os caminhos… é “a subida”… é o caminho que importa!

      Sei que não respondi as perguntas que me fez. Mas não respondi porque niguém pode fazer isso. Só você vai conseguir essas respostas, pois elas estão aí, dentro de você! E até encontrá-las isso será um mistério, sempre. Então, aproveite seus 16 anos de pura energia, alegria e força e vai lá garota! Vai onde achar que tem que ir e faz o que achar que tem que fazer, nunca se esquecendo de quem você é… embora isso vá mudar muito ainda rsrsrsrsrsr. Gosta de fotografia? Mete a cara! Estuda muito! Clica muito! E de repente as coisas vão começar a contecer.

      E quando te perguntarem o que vai fazer da sua vida, responda: Vou vivê-la! Então, é o melhor que posso te dizer. Relaxa um pouco e viva mais! Tudo vai acontecendo naturalmente… não precisa se preocupar agora com isso.

      Fica com essa música que eu adoro pra te inspirar e te acalmar um pouco. E vamos clicando!

      Ahhh… e muito, mas muuuito obrigado pela sua participação. Adorei! Qualquer coisa tô por aqui 😀

      • Caramba, você não sabe o quanto feliz eu fiquei. Enquanto eu lia tinha um sorriso no meu rosto. Muito obrigada mesmo. E valeu pela música, até me fez chorar de não desistir mesmo que o ruim esteja por perto.
        Bom, ainda tenho algumas perguntas. O que eu poderia fazer em relação a faculdade?( Eu contradizendo o seu “relaxe. Eu vou, prometo) Tem algo que tenha caminhos relativos a fotografia?
        Ando pensado em Artes Visuais como segunda opção e daí entra um curso sobre fotografia. Talvez este seja o caminho que tenho que tomar.
        Acho que estou esquecendo alguma pergunta. Más, muito obrigada mesmo. Estou muito melhor agora, sentindo uma leveza, ufa.

        • Oi Giovanna!!!

          Que bom! 😀
          Fiquei muito feliz de saber que está um pouco mais tranquila. E não tem problema… pode perguntar o que quiser, quantas vezes quiser!

          Bom, sobre a faculdade, como eu disse, não tem muita empregabilidade um “fotógrafo formado”. O mercado não necessita disso. É como ter um curso superior de “fazedor de churros”. Você pode até cursar Culinária, mas isso não te garante o melhor churros da cidade, entendeu? Ou seja, na minha opinião (não quer dizer que seja a melhor pra você, pense nisso) eu faria algum outro curso onde eu poderia utilizar a fotografia como parte do currículo, como Designer (de modo geral), Artes Visuais, Publicidade e Propaganda, Marketing, em fim, cursos afins. Massss… mesmo assim isso não quer dizer nada! Veja, eu sou psicólogo e o embasamento que tenho do comportamento humano, da psiquê, das patologias, do que estudei sobre Psicanálise, Análise Junguiana, a figura e fundo da Gestalt, tudo pode se tornar fotografia pra mim dependendo do projeto que eu decidir elaborar, do meio onde eu resolver aplicar minha fotografia. Bem como posso ser um fotógrafo de fotos pra documentos. A questão não é a fotografia, pois ela não é muito requisitada enquanto formação.

          Um curso de fotografia é essencial pra você que quer aprender a fotografar bem. Mas o curso também não te garante nada. Tudo vai depender da sua determinação, da seriedade que tratar a fotografia, da bagagem de conhecimentos variados sobre negócios, planejamento, marketing, networking, negociações, vendas, etc, etc, etc… pois se trata de um negócio.

          A não ser que não se aventure pela área profissional da fotografia, o que não tem absolutamente nada de errado. Vejo muitas pessoas confundindo as coisas ultimamente. Todos sabem escrever, correto? Porém, nem todos são escritores! Saber fotografar, gostar de fotografar e fazer fotos maravilhosas, é uma coisa. Ser fotógrafo, é outra completamente diferente. Estamos falando de profissão, de mercado, de empreendedorismo. Por isso eu acredito que você deva escolher um curso superior diferente e de repente inserir a fotografia nele, ou ele na fotografia, ou fazer uso deste curso para conseguir seus clientes. Num curso de fotografia seus colegas não são clientes em potencial… são concorrentes. Num curso de medicina você já tem uma gama de pessoas que podem querer seus serviços de fotógrafa, mas pra isso você precisa fotografar, porém, não precisa ser formada em fotografia.

          Faça um curso de fotografia. Continue estudando. Dedique o máximo que puder, desde que não atrapalhe as outras coisas, à fotografia e logo logo começará a ver os resultados… ou não né… vai depender do que você conseguir produzir.

          E pra produzir em fotografia você precisa de tudo! Absolutamente tudo pode ser usado na fotografia. Portanto, qualquer experiência é válida. Fazer comida, saber lidar com animais, bebês, fazer amizades, dirigir, namorar, ler, ouvir músicas, ser filha, ser mãe, tudo pode ser motivo de inspiração na fotografia. Então, vai viver a vida! Se enriqueça de conhecimentos… sejam eles quais forem! 😀

          E não some não. Vai me contando de vez em quando como está indo. Se precisar tô por aqui pra tentar ajudar. Ninguém faz nada sozinho neste mundo.

          E bons cliques! 😀

          • É melhore você não se cansar dos meus agradecimentos pois ainda vou te dizer várias vezes.
            Decidi então fazer Artes Visuais( que além do mais já tinha conversado com uma antiga professora de artes e ela me aconselhou isto) e durante a formação vou fazer um curso sobre fotografia para que eu possa interagir estes dois em um meio só. Vou continuar estudando e pesquisando. E pode deixar sempre vou estar te contatando sobre tudo.
            Mais um vezes, muito, muito,mais muito obrigada pelos conselhos e dar uma abaixada de bola nas minhas ansiedades.

          • Olá, demorei mais já voltei como prometido e ainda espero que lembre de mim. Bom, na verdade não são muitas notícias mais no início do ano que vem vou começar um curso não é pago é pela prefeitura de minha cidade (deve ter pensado já que é um curso bem lixo, mais na não). Meu professor que quer fazer este curso conhece a professora que irá dar as aulas de fotografia e ele disse a mim que ela é uma ótima professora.
            Acho que agora você e muitas outras pessoas possam ficar meio chocadas pois eu estou usando uma máquina bem antiga, ela é uma Kodak anos 80 e sua série é a S300MD. Eu não ligo se ela é antiga e que eu deveria começar com uma mais equipada, que se dane. Há ou houve muitos fotógrafos que usaram câmeras deste porte, então… Ainda não revelei o meu primeiro filme que na verdade é o segundo por questões que todos dão, dinheiro e tempo( isso é muita besteira, queria que estes pensamentos não girassem em torno de mim). Mais ainda é só o começo pra mim mesmo que o tempo está correndo e me deixando para trás.
            E ainda penso eu mexer com desenhos também.

          • hahaha Oiiiii Giovanna!!!

            Que bom você de volta por aqui!!!

            Olha, não é porque é gratuito que você vai desmerecer o curso ou deixar de se dedicar. A responsabilidade maior está em você, de aprender ou não, de correr atrás de informações ou não, de fazer acontecer ou não.

            Os cursos são importantíssimos para te direcionar, porém, só farão isso mesmo. Um direcionamento, explicações, exemplificações, retirar dúvidas. Mas tudo isso você pode conseguir por conta própria, então, finca o dedo nessa câmera ae e arrebenta!

            Não importa a câmera também… não tem desculpa… se aprender direitinho, vai fazer bonito com qualquer câmera!

            Boa sorte no seu curso ae e manda os resultados pra eu ver!!! Quero ver essas fotos heim!!! 😀

  11. Oii,
    Eu tenho 16 anos, e minha mãe comprou a câmera canon t5! É uma boa câmera, mesmo sabendo que não é as melhores. As lentes que tenho é as que veio no kit. Quando ela comprou, surgiu essa paixão, e fui buscar informações pra mim aprender a usar melhor. Com o tempo, saí do automático e ja consigo usar o manual. As vezes cometendo alguns erros…
    Com a minha idade ja tenho carteira de trabalho, e queria muito trabalhar com fotógrafos, estúdio, mesmo que seja assistente, ou ajudando. Porém, não tenho nenhum curso, essas coisas e nunca trabalhei.
    Me responde umas coisa, eu posso entregar meu currículo em todos os estudios da minha cidade, você acha que tenho alguma chance de ser aceita? Sei que é dificil de você responder, porque não é da minha cidade. Mas você é fotografo, me diz sua opinião, alguma dica pra mim aprender, ou me diz como você começou, seus primeiros passos, e primeiro trabalho. Algum livro, sites.
    Seria ótimo saber, aguardo sua resposta 🙂

    • Olá Mirella!

      Primeiramente um bom dia e um muito obrigado pela sua participação! 😀

      Segundamente (rsrsrsr), vamos às respostas para suas dúvidas:

      1 – Você pode entregar seu currículo onde desejar, em quantos estabelecimentos desejar. Os perguntas na verdade são: Você gostaria de trabalhar em qualquer estúdio da sua cidade? Se não, selecione os que tem interesse.

      2 – Tem chance de ser aceita? Sim. Tem chance de não ser aceita também? Sim. Só tem um jeito de descobrir né. Então, mãos à obra. Mas existem algumas coisas que devem ser olhadas primeiro pra facilitar este processo.

      Você vai entregar seu currículo pra trabalhar de que? Secretária? Porque com fotografia não adianta muito currículo, e sim o portfólio. E aí? Como está seu portfólio?

      Se for pra assistente de fotografia, provavelmente não utilizará sua carteira de trabalho, a não ser que seja um estúdio grande e realmente precise de assistentes. Do contrário, você apenas assistirá alguns ensaios ou eventos, mas sem vínculo empregatício, o que é mais comum de acontecer.

      Vai aprender alguma coisa com isso? Sim. Vai aprender tudo? Não. Precisa fazer um curso? Eu aconselharia sim. Depois do curso estará preparada para o mercado da fotografia? Não. E o que deve fazer pra se preparar pro mercado? Aí é onde a coisa se complica.

      Não é só fazer um curso e pronto. Nem abrir uma empresa e pronto. São muitas coisas, mas muitas coisas meeeesmo! Que só com algum tempo e conhecimento você será capaz de avaliar. Comece por um curso de fotografia, um realmente bom, que te ensine a caminhar com as próprias pernas.

      Depois vai fotografar e fazer seu portfólio. Deixa ele bem apresentável. Participe de eventos na sua cidade, faça amizades com fotógrafos particulares e estúdios para acompanhá-los nos eventos. Faça muitos ensaios. Faça muitos testes com o que aprendeu no curso. Nesse meio tempo, durante sua caminhada, vai aprendendo tudo que precisa pra avaliar sua situação e decidir por onde começar de verdade na fotografia.

      Mas a palavra de ordem pro seu momento é: Vai clicar!!! Fotografe muuuuuito!!!

      Continue nos acompanhando e sempre que tiver alguma dúvida é só entrar em contato.

      Bons cliques!!! 😀

  12. Adoreeei, agora sei por onde começar! Sou apaixonadissima por fotografia, acho que fotografar é a coisa m is maravilhosa, adoro os detalhes, amo tudo, de uma foto minha a a foto de paisagem, amo vê o mundo atraves da lente.. mais uma duvida, photoshop e realemnte necessario?? E qual dicaa vc me da de curso e de facul

    • Olá Valeria, tudo bem?

      Que bom que o tópico te ajudou 🙂
      Agora, vamos por partes… rsrsrsrs. Não, photoshop ou nenhum outro programa de edição é necessário para se fotografar, porém… porém… as fotos vão ser cruas, ou seja, conseguirá um número bem limitado de possibilidades, ajuste e correções que não podem ser feitos sem a ajuda de um software de edição. Então, é natural que essa necessidade chegue à você com o tempo. Mas não se preocupe. Comece a fotografar e tudo vai acontecer naturalmente 😉

      Dicas de cursos e faculdades já é mais complicado um pouco, mas prometo que vou estudar melhor o assunto pra saber como responder isso às pessoas visto que muitos tem me perguntado isso.

      No mais, bons cliques aí Valeria! 😀

  13. Ola , Quero ser fotografo e já gosto muito disso, mais simplesmente preciso comprar uma camera boa , tripe , iluminação , etc. porem tenho 12 anos de idade e já estou pensando no que vou fotografar já estou vendo bastante videos e já tenho uma ideia do que vou fotografar , aliás moro em um
    lugar bastante movimentado . que camera devo comprar ? que iluminação ? que lugares posso conhecer para fotografar ? e que curso devo fazer ? sei que está cedo de mais , mais realmente me importo com meu futuro . Obrigado .

    • Olá Guta! Muito obrigado pela sua visita! E aqui vai minha humilde opinião. Lembre-se: é só minha opinião e eu posso estar errado em um, vários ou todos os aspectos visto que não te conheço, não sei como é sua vida, seu relacionamento com sua família, sua situação financeira, etc, etc, etc. Mas te digo o que eu sei. Daí você vê o que faz com isso, combinado?

      Vamos lá!

      Pra começar você não é novo demais, nem velho demais… ninguém é. Se sente que agora é a gora de começar a fotografar, vai lá! Independente da idade que tenha, se 12, 21 ou 42 anos. Agora é sempre a hora certa e você sempre está na idade certa pra fotografar!

      Sim, você precisa de uma câmera pra fotografar, afinal, é o objeto que consegue capturar a cena. Ok! Mas calma ae! Me corrija se eu estiver errado: você tem 12 anos, não tem equip e provavelmente não trabalha e quem vai comprar esse equipamento pra você são seus pais né? Se for assim, cuidado! É tudo muito caro e vc vai precisar sempre de mais e mais e mais… pode gastar algumas dezenas de milhares de reais pra ter um equip básico dependendo do que se propor a fotografar. Então, vai com calma nessa hora! É muito bom ter coisas boas e tals, mas e a fotografia? Será que se tivesse uma câmera TOP, com uma lente TOP, com flashes de última geração e até um estúdio todo equipado pra você fotografar, será que você faria boas fotos? Tenho minhas dúvidas viu. Claro que não é impossível, mas acredito que lhe faltaria experiência, conhecimento, prática, técnica e isso não vem com o equipamento.

      Eu costumo dizer que quem vai te dizer o que você precisa pra fotografar é a sua fotografia e não você. Acho errado pensar assim: preciso de uma câmera boa e uma lente boa pra fazer tal foto. Pois na maioria das vezes a pessoa consegue o equipamento mas não consegue fazer a tal foto perfeita. Isso porque pulou etapas. Se começa a fotografar e logo percebe que poderia ter melhorado em algum aspecto da fotografia, com uma simples câmera terá muuuuuito o que aprender e vai fazer bonito quando entender a coisa. Agora, se percebe que uma foto não pode ser feita por conta de uma limitação do equipamento, aí sim chegou a hora de pensar se compensa investir em tal equipamento, pois foi por causa dele que não conseguiu fazer tal foto. Agora me diga, qual foto não é possível fazer com uma câmera mais simples, com uma lente mais simples? Pois é… as situações são muito específicas. Pra você uma 70-200 pode ser fundamental, pra mim eu posso ter uma e nunca ter a oportunidade de usá-la. Vai depender de muita coisa. E como saber disso? Estudando, claro, mas acima de tudo, fotografando! Vai sentir a necessidade de tudo que precisar. Então, é ao contrário. Primeiro você fotografa, depois vai precisar de equipamentos específicos.

      Pra começar, acredito eu que uma câmera de entrada é ótima! Pois você vai trocar ela de qualquer jeito lá pra frente, assim como se comprar uma melhor também. Só que quando for trocar terá investido menos numa câmera mais simples. Mas não é isso que vai melhorar sua fotografia, apenas o aspecto técnico. Este conta muito, sim, mas eu posso fazer uma foto com a minha velha e baratinha T1i e com a 6D e você não saber distinguir com qual câmera foi feita uma ou outra foto. Tudo depende. Conheça primeiro, saiba primeiro, faça primeiro… compre depois!

      Sobre as idéias, relaxa… terá milhões de idéias! Comece a organizá-las desde já. Um dia vai saber qual dá pra colocar em prática primeiro, mas tente realizar todas, claro! Só não passe o carro na frente dos bois.

      Os lugares que pode conhecer pra fotografar são… todos! Agora você vai começar a conhecer os lugares e montar seu repertório de locações para fotografar. Na porta de casa, na esquina, na praça, num estúdio, etc, etc, etc. Boa viagem! 😀

      Sobre cursos, acredito que nada substitua um curso presencial. Se os professores forem empenhados será a melhor experiência de todas na sua fotografia! Mas pode fazer quantos e quais cursos achar que tem que fazer. No YouTube mesmo tem muitos vídeos sobre fotografia. Tem DVDs específicos com fotógrafos famosos. Tem uma gama enorme de material pra estudar. Se procurar vai encontrar muita coisa boa e grátis!

      E como já respondi pra Ana Filipa, comece a fotografar cara! Vai clicar!!! Ainda vai conhecer pessoas, vai conversar muito sobre isso ainda, vai superar desafios, tropeçar em outros… rlx e curte a estrada! O resto vai acontecer naturalmente. 😀

      E qualquer coisa tô por aqui! Um abraço e boas fotos cara!

  14. Olá, sou a Ana e estou no 9ºano. Como deve saber eu tenho de tomar uma decisao muito importante, a que vai decidir o meu futuro. Eu comecei a apaixonar-me por fotografia e penso seguir isso, só que nao sei o que escolher. Queria ir por via de ensino e nao curso profissional. Gostava que pudesse ajudar-me 🙂

    • Olá Ana Filipa!

      Bom, primeiro se acalme um pouco… rssrsrsr. Todas as decisões que tomar em sua vida mudarão seu futuro, mas calma, não é assim também não. Você pode mudar seu futuro quando bem entender. Então, relaxa e curta a fotografia 🙂

      Primeiro é preciso aprender pra poder praticar e depois fazer a coisa acontecer. Mas tudo acontece meio que naturalmente. Não fique pensando muito nisso.

      Se gosta de fotografia, fotografe!!! O mais que puder! Fotografe de manhã, de tarde e à noite! Fotografe na escola, na sua casa, no clube! Fotografe sozinha, acompanhada, num ambiente externo, num estúdio… não importa. Apenas fotografe o máximo que puder.

      Verá tudo se transformando e encontrará as respostas de uma forma tão espontânea que nem perceberá direito. E de quebra ainda será divertido, melhor do que ser estressante.

      Fique bem e fotografe! 😀

  15. quero muito ser fotografa mas meu pai quer que eu seja outra coisa tenho 11 anos mais sei que nasci pra isso quando minhas primas vão tirar fotos ja me chamam – Naty vem tirar as fotos logo depois vc edita daquele jeito que eu gosto e reveli ! eu amo fazerr isso

    • Olá Naty!

      Olha, é muito bom saber que gosta tanto assim e se interessa pela fotografia, mas tenha um pouco de calma tá… gostar de fotografia e fazer fotos lindas não significa que tem que ser fotógrafa. Trabalhar com fotografia não é só a parte boa, aliás, é tão desgastante e cheio de problemas como em qualquer outra profissão.

      Pela sua idade, apenas 11 anos, acho que se você gosta mesmo de fotografia deve praticar, estudar e continuar se interessando, porém, não fique preocupada com a profissão ainda, pois não será nada fácil.

      Só pra você ter uma idéia, apenas um exemplo, se você estivesse em uma reunião comigo e minha noiva (caso eu tivesse uma) pra fecharmos o contrato pra fotografia de nosso casamento, eu certamente não fecharia este contrato contigo, pois não confiaria a execução deste serviço, num dia tão importante, a uma garota de apenas 11 anos. Experiência, maturidade, portfólio… tudo conta, até idade, então, vá se preparando sim mas não fique tão preocupada se vai ou não trabalhar com fotografia agora.

      Não deixe de fazer nada por causa da fotografia, como estudar ou se divertir. Com o tempo você vai descobrir em que área gosta mais de atuar, vai melhorar seu portfólio e aí sim um dia estará preparada para assumir as responsabilidades como fotógrafa… mas isso vai ser lááá na frente.

      Um abraço e continue aprendendo e desenvolvendo sua fotografia! 😀

  16. Caramba tudo que eu li aqui era oque eu precisava muito saber.,eu so tenho 16mais sempre me interessei em fazer fotografia, me encanta muito a área eo que eu realmente gosto, eu estava em dúvida de procurar um curso sem a minha câmera por nao saber se eu poderia participar sem uma, mais vc esclareceu algumas coisas, muito muito obrigada 🙂 :*

  17. Ola!!
    Eu tenho 18 anos..
    E desde muito pequena já amo fotografar.. Mais hj eu preciso seguir uma profissão.. e a única coisa que amo fazer e sei e fotografar..
    Então eh o que quero pra mim.
    Tenho uma câmera digital e um computador onde passo e digito todas as fotos que tiro no meu dia-a-dia.
    Preciso saber qual o segundo passo tenho que tomar!?!?!
    E também o que devo fazer pra mim tornar uma fotógrafa profissional?!?!?!
    Obg 🙂

    • Olá Joyciane! Obrigado pela sua participação!

      Bom, em relação a isso posso te ajudar muito pouco. Veja só… aos 18 anos eu sabia fazer pouca coisa também e nem sabia direito o que eu queria da vida, e acho que até hoje tenho dúvidas rsrsrsrsrs. Então, ter que trabalhar não significa que tem que ser com fotografia porque só sabe fazer isso, mas é uma opção sim. Aliás, tente aprender o máximo de coisas possíveis! Sobre tudo!

      Outra coisa é que gostar de fotografia não quer dizer que tenha que trabalhar com fotografia. SER um fotógrafo não tem nada de diferente ser qualquer outro tipo de profissional. Gostar de fotografia e fazer fotos maravilhosas não significa que será um profissional da fotografia. Se estabelecer enquanto uma fotógrafa profissional exigirá conhecimento legal, burocrático, se firmar enquanto empresa, lidar com planejamentos, gastos, fluxo de caixa, investimentos pesados, etc. Mas pode começar fazendo testes sim, claro. Já tem a câmera e o computador. Comece a vender seus trabalhos e veja no que vai dar, mas nunca feche sua mente para novas possibilidades!

      Se aperfeiçoar é necessário, sempre! Então, cursos e workshops e conversas e busca por conhecimento teórico e prático nunca cessam, portanto, terá sempre que estudar sobre a profissão que estiver exercendo.

      No mais, não se estresse e continue a caminhada, seja na fotografia ou não. Persistência e determinação serão determinantes em qualquer profissão. E boa sorte! 😀

    • Olá Naely! Prazer ter você aqui, tão jovem!

      Bom, no começo é difícil mesmo, de qualquer jeito. Com ou sem câmera boa. Mas o instrumento principal da fotografia é a câmera, portanto, deve ter uma.

      Já disse que tem a do celular, porém, ela é muito limitada e pode dificultar seu aprendizado no começo. Não que seja impossível e até dá pra fazer ótimas fotos com ela sim. Mas acho que vai precisar aprender um pouco primeiro antes de conseguir isso.

      Tente testar câmeras pra ver com quais você se adapta melhor. Pode ser uma compacta mesmo. Já vai melhorar um pouco as possibilidades de fotografia que poderá fazer.

      Mas se realmente estiver interessada em aprender fotografia, não tem jeito. Tem que ter uma DSLR ou uma câmera que te permita utilizar todas as funções, inclusive no modo MANUAL, onde você poderá testar seus conhecimentos de forma livre, aprendendo com os resultados.

      Complicado eu te indicar câmeras, mas um exemplo de uma DSLR de entrada, baratas e boas pra aprender, são as Nikon D5100 e Canon T3i. Só um exemplo mesmo. Fique à vontade pra escolher a que mais gostar e couber no seu bolso, pois custam um pouco mais caro do que as compactas.

      Obrigado pela visita e boa sorte no seu aprendizado na fotografia. Fique de olho que estamos preparando um monte de informações sobre fotografia que podem ser muito úteis pra você.

      Abraços! 😀

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s