A Viajante Agorafóbica – Conheça a artista que fotografou o mundo todo sem sair de casa

Contrariando muitos “críticos” de Facebook, comunidades inteiras e até mesmo fotógrafos de verdade, tá aí um ponto de vista de uma pessoa que, de um ponto de vista de uma empresa, pôde criar vários outros pontos de vista, podendo mudar inclusive o seu ponto de vista.

 

Assista à história da mulher que usou o Google Street View para fotografar o mundo sem sair de casa.

Fonte: Conheça a artista que fotografou o mundo todo sem sair de casa | Google

Projeto Fotográfico denuncia o desmatamento e a destruição do cerrado entre o Distrito Federal e a Chapada dos Veadeiros

Olha só que projeto maravilhoso da fotógrafa Melissa Maurer!

Não vou nem comentar. Confiram a matéria do site Guia Alto Paraíso e acompanhem o projeto para ver as novidades!

Mas que a gente sente aquele orgulho por ser aqui da terrinha… ahhhh sente né 😀

 

Acompanhe o projeto em: https://www.facebook.com/ocaminhodocerrado

Fonte: Projeto Fotográfico denuncia o desmatamento e a destruição do cerrado entre o Distrito Federal e a Chapada dos Veadeiros | Guia Alto Paraíso

100 câmeras fotográficas descartáveis foram dadas a moradores de rua em Londres. O resultado é impressionante! – Follow the Colours

Cem câmeras fotográficas descartáveis foram dadas a moradores de rua de Londres para retratarem a sua cidade. O resultado final é impressionante! Confira!

Fonte: 100 câmeras fotográficas descartáveis foram dadas a moradores de rua em Londres. O resultado é impressionante! – Follow the Colours

Jordana Barale e seu olhar sobre Londres. Confiram as imagens!

Jordana Barale, amiga e colega de profissão, trazendo um pouco de seus olhares sobre Londres não somente para o povo goiano, mas para todos aqueles que acompanham seu trabalho e conhecem a sensibilidade desta fotógrafa de mão cheia! Lindas imagens! Curtam e compartilhem! 😀 Portal Photos | O seu Portal de Fotografia Fotógrafa faz imagens dos encantos de Londres.

Ballantine’s e artista criam, no Rio, maior GIF do mundo!

size_810_16_9_arte-ballantines Artista cria, no Rio, o maior gif animado do mundo! Fotografado por satélite a pintura gigante cria vida. Algumas coisas interessantes de se notar neste tipo de trabalho são: 1 – Nem sempre o ângulo que você vê as coisas é o que pode ser fotografado. Ao exercitar seu olhar, pode construir novas maneiras de se fotografar algo, mesmo que nem você mesmo consiga ver a cena ou até mesmo fotografá-la, necessitando da ajuda de pessoas ou outros recursos. 2 – Na fotografia a câmera costuma fazer apenas uma coisa, que é registrar o que está na frente dela. Saber utilizar o equipamento é importante sim, mas você fotografa é o mundo, e o mundo você prepara para ser fotografado com suas próprias mãos. A câmera não fará isso pra você! Então, mão na massa na hora de construir sua fotografia, porque isso sim é fotografar! Se curtiu, compartilha! Se não curtiu, compartilha também! Não custa nada e você ajuda o blog a crescer! 😀

Rafael Sobral construindo sua criatividade com LEGO

rafaelsobral_-_michael_jackson2Clique na foto para ir ao link da notícia

Às vezes me posiciono duramente quanto a questões sobre criatividade na arte de modo geral, mas principalmente na fotografia. Criatividade é um processo, não é uma técnica! Até porque se algo se transformou em técnica deixou de ser criativo, agora é algo já criado, cristalizado, estático, mas que pode servir como ferramenta para a criatividade, o que não quer dizer que seja a criatividade em si. O emprego do termo “CRIATIVO” então para fins de vendas de livros, e-books, cursos online e o escambau a quatro não passa de pura enganação em essência, pois nenhuma luz é criativa, mas quem controla a luz. Nenhuma fotografia é criativa, mas quem faz a foto.

Pode parecer bobeira da minha parte? Sim, pode… mas se você não dá importância a isso e prefere ser conduzido de forma a continuar sendo gado, não exercitando sua real CRIATIVIDADE em sua vida, na sua arte, ai também já é problema seu né. O fato é que CRIATIVIDADE se trata de um processo, o processo criativo, e este está dentro de você mesmo. Não há quem o possa manipula-lo, molda-lo, exercitá-lo, se não você mesmo. Trabalhar a criatividade em alguém trata-se de um processo de “coaching”, de acompanhamento, como em um curso… e além de demorado pode não trazer resultado nenhum, pois o processo criativo vem de você e se você não se empenhar para exercitar sua criatividade nada acontecerá. Não se trata de técnicas ou textos vendidos ou distribuídos afim de trazer informações, conhecimentos, técnicas… mas trata-se do que fazer com tudo isso! E isso ninguém tá afim de ensinar, pois se vocês se tornarem criativos demais exercerão uma pressão ao “status quo” do mercado da fotografia o qual se encontra, infelizmente.

O trabalho de Rafael Sobral, no entanto, é a expressão de um processo criativo fantástico! Tenho certeza que ele também se inspirou a utilizar o LEGO na fotografia vendo alguma foto, ou várias, provavelmente dos EUA, e arrisco a dizer até que foram com bonecos de LEGO da série Star Wars, pois que eu tenha conhecimento foram uns dos primeiros trabalhos realizados com LEGO na fotografia. Mas isso é inspiração, somente. Recriar fotografias de cenas clássicas então foi outra inspiração, sim, mas somente inspiração. O que o Rafael fez foi trazer a inspiração para sua realidade, utilizando das técnicas disponíveis, improvisando, solucionando problemas, exercendo sua criatividade para tentar reproduzir imagens com seus bonecos.

Não importa a técnica, se foto ficou boa ou ruim, embora eu tenha gostado muito, mas trata-se de estilo, expressão de criatividade vinda de alguém que se dispôs a pensar, sentir, se mexer pra fazer acontecer, e o resultado está em suas fotografias que por sinal são muito interessantes de se ver e indico conhecerem o trabalho dele.

Parabéns Rafael pela sua CRIATIVIDADE!!! 🙂

Rafael Sobral: www.rafaelsobral.com.br

As gordinhas não tem vez? Se liguem!

As “gordinhas” não tem vez? Se liguem!

O Calendário Pirelli sempre foi referência de fotografias fantásticas e em 2015 terá uma super novidade!!!

Pela primeira vez será fotografada, pelo fotógrafo Steven Meisel, uma modelo “gordinha” (plus size). Trata-se da Norte Americana Candice Huffine, 29 anos de pura beleza.

Sempre inovador e rompendo barreiras, não seria diferente em mais um de seus calendários. A iniciativa do Calendário Pirelli nunca decepcionou e está sempre de parabéns pelas ousadas produções e nós estamos sempre ansiosos pelo próximo ano.

Pra quem sabe apreciar a beleza de mulheres com um corpo mais “generoso” (como eu rsrsrsr), certamente ficará ansioso pra conhecer o resultado final deste trabalho que já estava passando de hora de acontecer.

800ng3477229

 

Imagens Incríveis da História

Vale a pena conferir! Uma grande reunião de imagens que certamente marcaram a história da humanidade.

Ver, observar, analisar e saber dessas fotos é fundamental para os fotógrafos e essencial para qualquer um que se interesse em conhecer o mundo em que vive.

E galera, os botões abaixo da foto servem pra compartilhar nas redes sociais! Ajudem o blog a crescer! Vlw!!!

Fotografias

Imágenes increíbles que tenes que ver antes de morir!.

Dear Photograph

tumblr_mzv92xWG8o1qcuqzso1_1280Hoje venho compartilhar uma ideia incrível que vem sendo trabalhada de uma forma fantástica no que diz respeito a fotografia enquanto registro e memória.

Só pela recordação, pelo interesse dessas pessoas em guardarem suas fotos, esse trabalho já me chama muito a atenção, mas o fato de usar essa fotos que até então, mesmo repletas de significados e importâncias não passavam de coisas velhas e guardadas apenas para a apreciação, tomam novamente um lugar na ação presente e faz com que coisas novas sejam produzidas a partir delas.

Isso é fantástico!

O trabalho já deu origem a um livro de fotos e certamente está na minha “wishlist”.

Clique no nome abaixo para acessar o site. E não se esqueça de curtir e compartilhar!

Dear Photograph.

Gracie Hagen e seu trabalho “Ilusões do corpo” (Illusions of the body)

jay_elle_s01_website_image_pddp_wqxgaNo trabalho feito pelo fotógrafo Gracie Hagen, chamado Ilusões do corpo (Illusions of the body), ele aborda a plasticidade do corpo humano de uma forma bem controversa e interessante, pois não muda o esquema de iluminação, não muda o cenário, e muda apenas a pose (por assim dizer) em que os modelos se encontram.

Exatamente as mesmas pessoas, nos mesmos locais, com a mesma luz e mesmo fotógrafo (ah, e mesmo equipamento) e como resultado fotos completamente distintas de vários pontos de vista.

Vale a pena conferir o trabalho no link abaixo! E se não for pedir muito, curta e compartilhe com seus amigos para que eles também possam ver o trabalho fantástico desse fotógrafo. Até mais gente!

http://www.graciehagen.com/gallery/illusions_of_the_body/