O corpo nu, a fotografia, e a superação de conflitos

Veja o vídeo mas não deixe de ver a matéria na íntegra!

Uma excelente reflexão acerca do corpo nu e no que a fotografia pode contribuir para o bem estar de uma pessoa. Ao passo em que temos “profissionais” duvidosos e que demonstram claramente o seu desejo voyeurista e deixam a(o) modelo constrangido(a) e faz perder todas as possibilidades de um belo trabalho, há também pessoas que realmente estão interessadas em questões maiores, não só profissionais da fotografia, mas artistas de modo geral e até outros tipos de profissionais.

Este, para mim, é um belo exemplo. Vale a pena a leitura. Ela acrescenta ao seu hall de possibilidades. Veja a matéria na íntegra clicando aqui ou na foto.

Curtam e compartilhem se possível! 🙂

Gracie Hagen e seu trabalho “Ilusões do corpo” (Illusions of the body)

jay_elle_s01_website_image_pddp_wqxgaNo trabalho feito pelo fotógrafo Gracie Hagen, chamado Ilusões do corpo (Illusions of the body), ele aborda a plasticidade do corpo humano de uma forma bem controversa e interessante, pois não muda o esquema de iluminação, não muda o cenário, e muda apenas a pose (por assim dizer) em que os modelos se encontram.

Exatamente as mesmas pessoas, nos mesmos locais, com a mesma luz e mesmo fotógrafo (ah, e mesmo equipamento) e como resultado fotos completamente distintas de vários pontos de vista.

Vale a pena conferir o trabalho no link abaixo! E se não for pedir muito, curta e compartilhe com seus amigos para que eles também possam ver o trabalho fantástico desse fotógrafo. Até mais gente!

http://www.graciehagen.com/gallery/illusions_of_the_body/